quinta-feira, 23 de abril de 2009

Ali eu percebi

Era noite, lá estava eu em teu quarto... estávamos deitados em um colchão no chão, aquecidos um pelo outro, apenas um lençol e um cobertor.
Deitei-me em meio a teu braço e teu peito, onde eu acariciava teu peito e te escutava falar.
Meus cabelos negros e longos sentiam tuas mãos por entre eles a passar, nossas pernas entrelaçadas.
Senti teu calor, teu suave beijo tocou meus lábios com ternura e amor... entre todas as tuas palavras ficava claro teu amor.
Adormeceste e eu fiquei ali apenas a te olhar,observando cada traço do teu rosto pra que eu possa fechar os olhos e te ver em meu olhar.
Sentir teu cheiro me dá desejo, já teu abraço e aconchego me trazem segurança, tuas palavras me acalmam.
Naquele momento intenso por tudo que ali se passou de fato e em meus pensamentos, fazem daquele instante de “Tudo um Nada e de Nada um Tudo” , exatamente isso.
Olhando ao redor nada mais tem importância somente o que ali estava.
Demorei a entender e viver o amor, mas é algo sem maiores explicações, se vive cada segundo dele.
Abraçar-te com força, beijar-te com ternura, sentir-te perto, tocar-te o rosto com minhas mãos, ouvir-te me amar ... deram-me o mundo aos meus pés.
Ali eu pude perceber o quanto amo-te.

2 comentários:

DILERMArtins disse...

Mas bah, guria1
O amor é lindo!!!
Parabéns!

Leda disse...

Esse foi o sentimento mais intenso posto em palavras que eu poderia imaginar. Simplesmente lindo e deve ser vivido em toda sua plenitude.
Aproveite cada segundo, pois vale a pena.

Alguém Importante

Minha foto
Pelotas, RS, Brazil
Novos tempos...retomando!!!